Quinta-feira, 29 de Abril de 2004

eu na fui

A Flávia entra no cabeleireiro. Todos reparam que a barriga está maior do que o habitual.
- Flávia, não me digas que está grávida outra vez!
- Estou sim - responde Flávia.
- E já é o oitavo, o nono? - indaga uma das clientes.
- O nono - confessa Flávia.
- Mas Flávia, não acha que não é demais ter nove filhos? - pergunta a cliente.
- É... Também acho - responde ela - Mas eu não sei como é que isto acontece! Acho que deve ter algo no ar.
- Podes ter certeza! - diz o dono do salão - São as tuas pernas!
publicado por bloguinho às 23:07
link do post | comentar | favorito
|

De pequenino...

Uma velhinha queria oferecer uma maçã a alguém até que um menino passou e ela ofereceu-lhe. Vira-se a mãe para o menino:
- Como é que se diz, filho?
- Descasca.
publicado por bloguinho às 23:04
link do post | comentar | favorito
|

a humanidade

É incrivel como o ser humano se auto destroi tudo por causa de uma satisfaçlão do EGO.
Todos os dias entra pelo nosso ecrã, da tv, imagens de guera e terror, sofrimento e desolação onde os vencedores não passam de vencidos enlouquecidos ou distraidos.
Na guerra ninguém ganha, todos perdemos, se reparar-mos por vezes friamente ninguém quer ou tem a coragem de dar uma paso atrás pois isso seria uma demosntração de fraqueza e logo aproveitada vilmente pela outra parte para impulsionar uma invewstida desonrosa sobre o adversario.

Quando estivermos a escassos segundos da aniquilação total alguns de nós reconhecewrão o seu erro ee outros continuaram a bater sempre na mesma tecla de que no fim serão sempre eles a ganhar, tenho pena desses Tecla "3".




Um aparte , existem casos raros de bom jornalismo em Portugal ou então as vezes enganam-se por exemplo o expresso de algumas semanas focou o caso de uma equipa da Serra Leoa que tinha como obrigatoriedade macabra de osa jogadores não poderem ter pelo menos uma perna ,macabro?
Macabro o caso de um desses jogadores ter ficado sem ela não na guerra mas como moeda de troca para que Soldados deixassem de violar a sua mãe e a irmã ao qual acederam depois de proporem esse negocio a ese jovem e de ele tewr aceitdo e depois de terem executado o acordo , digam a macabro???

Existem mais histórias de guerra que não sabemos e outras que nunca as saberemos,
vamos reflectir e no nosso dia a dia deixar as nossas guerras que disputamos na nossa civilização e tentar ser um pouco melhor para não sermos animais.


acietam-se comentários...
publicado por bloguinho às 22:58
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 28 de Abril de 2004

esta é demais mas para adultos por isso crianças... olhem para o lado



Havia uma rapariga que era muito rica, mas não trabalhava. A comunicação social intrigada resolveu ir entrevistá-la. No entanto quando chegaram a casa da rapariga só lá acharam a mãe dela. Um jornalista como não podia chegar ao trabalho sem uma entrevista resolveu entrevistar a mãe dela.
Jornalista: Então, minha senhora, podia explicar-me a razão do sucesso da sua filha.
Mãe: Ela pode, ela pode...
J: Pois, ela pode, mas como é que sem trabalhar ela consegue esta mansão, estes carros?
M:Pois ela pode, ela pode...
J: Mas não há nenhuma razão especial?
M: Já lhe disse: ela pode, ela pode...
O jornalista, como viu que aquela conversa não lhe ia levar a nada resolve ir-se embora.
J: Bem, eu tenho de ir. Gostei muito de conversar consigo.
M: Sim, adeus meu pilho!!!!!
publicado por bloguinho às 12:44
link do post | comentar | favorito
|

par aumas pessoas que eu sei k veêm aki e que dizem que não :PPP


P: Quantos jornalistas são necessários para mudar uma lâmpada?
R: Três. Um para subir a escada e dois fazer a crítica.
publicado por bloguinho às 12:40
link do post | comentar | favorito
|

quem me quer convidar para almoçar :PPPP

CREME DE MARISCO


Ingredientes:

água: 1,5 l

alho francês: q.b.

azeite: q.b.

cebola: 2

cenoura: q.b.

farinha: 150 gr

gambas: q.b.

massa de tomate: 1 colher de sopa

pão: cubos

picante: q.b.

sal: q.b.

santola: q.b.


Preparação:
Faça um refogado com a cebola, o azeite, o alho francês, e a cenoura, junte a água e o tomate e tempere com sal e picante a gosto. Sempre ao lume, ligue com a farinha torrada e junte a carne passada da santola e algumas gambas até obter um creme meio espesso. Sirva com cubos de pão frito.

publicado por bloguinho às 12:18
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

outrrrrroooooo doce....

MOUSSE DE LIMÃO


Ingredientes:

leite condensado: 1 lata

limão (raspas): q.b.

limão (sumo): 1 lata

natas: 1 pacote


Preparação:
Bata todos os ingredientes no liquidificador durante 10 minutos e depois deixe repousar durante 4 horas. Enfeite com as raspas de um limão e sirva. Nota: poderá fazer esta mousse com qualquer outra fruta.

publicado por bloguinho às 12:16
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Terça-feira, 27 de Abril de 2004

humanidade

tou a escrever um artigo sobre o homem, esse animal de duas patas que em muitos casos é um estupido do caraças.....

p.s. ah e as mulheres não pensem que escapam :P


publicado por bloguinho às 12:48
link do post | comentar | favorito
|

eu devo ser abstémio

Água
A única bebida que tira a sede

A água é a única bebida que realmente tira a sede e sem a qual é impossível viver. Todas as outras, principalmente as alcoólicas, só servem para fazer... mais sede.


A sede é uma desculpa para a ingestão de bebidas doces, estimulantes ou alcoólicas, mas estas apenas aumentam a carência de água, já que conduzem a uma perda, através da urina, da água que existe no organismo.

A água é, de facto, a única bebida que tira a sede, além de ser a mais importante de todas as que existem, sem a qual é impossível viver.

O precioso líquido está presente em todas as bebidas existentes, bem como em milhões de células, fazendo parte integrante do sangue e da linfa. É igualmente o elemento básico de muitas reacções químicas.

É um facto de que os seres vivos precisam de água. No caso dos humanos, isto deve-se a, diariamente, cada pessoa perder dois a três litros de água - pela urina, fezes, ar expirado e suor - que têm de ser repostos.

O “alimento” do organismo

Por esta razão beber água é “alimentar” a saúde do organismo e este pretexto não é válido para a ingestão de outras bebidas, nomeadamente alcoólicas.

Assim, além da água o organismo agradece o leite, principalmente por causa da sua riqueza em proteínas de elevado valor biológico, cálcio, fósforo e vitaminas. Sumos naturais de frutos também são bem-vindos, dada a sua riqueza em vitamina C, sais minerais, água e frutose.

Por seu lado, as bebidas estimulantes como o chá, o café e as colas devem ser ingeridas com moderação.

Pouco recomendadas

Proibidas ou pelo menos pouco permitidas são as bebidas alcoólicas e não adianta justificar a sua ingestão com a sede, uma vez que o álcool aumenta a carência de água e, logo, a sede...

O álcool, quando bebido em excesso, conduz à deterioração do organismo, além de destruir a vida familiar, profissional e social de quem vive em função destas bebidas.

Em Portugal esta é uma triste realidade: dois em cada três homens bebe álcool pela primeira vez antes dos 20 anos, enquanto a maioria das mulheres (54,5%) só o faz depois daquela idade.

Mais de 9% dos homens bebe álcool pela primeira vez antes dos 13 anos, cerca de 19% entre os 14 e os 15 anos, 18,3% entre os 16 e os 17 anos e mais de 17% inicia-se na bebida a partir dos 20.

Segundo um estudo da associação Alcoólicos Anónimos (AA), as mulheres começam a beber mais tarde, já que mais de metade só experimentou a primeira bebida alcoólica a partir dos 20 anos.

Das mulheres que o fizeram antes, 20,5% teve o seu primeiro contacto entre os 18 e os 20 anos, 6,8% entre os 14 e os 17 e 9,1 por cento antes dos 13 anos.

Mesmo começando a beber e a ter problemas com o álcool mais cedo, os homens entram para os AA com a mesma idade que as mulheres, geralmente entre os 30 e os 50 anos.

A degradação mental ou emocional e as pressões familiares são os factores que mais favorecem a procura dos Alcoólicos Anónimos.

Motivos religiosos ou espirituais, problemas de ordem judicial ou policial e o aconselhamento da empresa em que trabalham são os factores que menos contribuem para a entrada nos AA.

O estudo mostra ainda que mais de metade das pessoas que frequentam os AA nunca tiveram uma recaída (62% no caso das mulheres e 51% no caso dos homens).

publicado por bloguinho às 12:32
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 22 de Abril de 2004

recordações

Tenho saudades dos amigos quando andavamos a correr atrás de uma bola e a gritar goooooooolllloooooo... tenho saudades dos tempos em que chuvia e faziamos duelos de guarda chuva.... coisas de putos


O tempo passa e não aproveitamos nada..
Tou nostalgico

publicado por bloguinho às 22:41
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2004

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. Futuro do País

. joaozinho

. animando o ppl

. resposta ao sr. Timaz

. horoscopo do beijo

. Pai medroso...

. tá-se inspirado hoje...

. O tempo que alguem deve t...

. Numa família de Açorianos

. Dear Diary...

.arquivos

. Dezembro 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Dezembro 2003

. Novembro 2003

blogs SAPO

.subscrever feeds